Pesquisar

Dados interessantes da Administração

A importância da Administração 

Por Adm. Roberto Carvalho Cardoso




Segundo o último Censo da Educação Superior de 2008, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira do Ministério da Educação (INEP/MEC), o país tem 1.805 Instituições de Ensino Superior (IES) que oferecem o curso de Administração. São mais de 780 mil alunos matriculados e cerca de 108 mil formandos por ano. Hoje, o curso é uma das graduações mais procuradas em todo o Brasil.


Mas, afinal, qual a função do Administrador? Este profissional é responsável pelo planejamento de estratégias e pelo gerenciamento do dia-a-dia da empresa pública ou privada. A atuação do Administrador é bastante ampla, sendo necessário em todo tipo de empresas. Ele atua em diversas áreas como comercial, logística, financeira, compras, recursos humanos, marketing, entre outras, pois o Administrador é um profissional de múltiplas competências.

A profissão foi regulamentada por meio da Lei 4.769 de 9 de setembro de 1965, que criou, também, os Conselhos Federal e Regionais de Administração (CFA/CRAs). Depois disso, a Administração passou a ser ainda mais valorizada em diversos setores da sociedade. Apesar disso, algumas empresas ainda insistem em não contratarem Administradores. Mas é importante alertar que assim como não existe futuro sem planejamento, não existe organização sem administração. Em todas organizações, seja ela pública ou privada, é necessária a presença deste profissional.

É possível, também, criar uma organização sem o mínimo de administração, mas é impossível mantê-la sem administrá-la. Sabemos que muitas organizações, por exemplo, fecham as portas por falta de administração. Por isso, os Administradores são imprescindíveis para o bom andamento da empresa.

Para ser um bom Administrador, recomendo que a pessoa tenha certas características. Ser proativo, saber gerenciar uma equipe e ter espírito de liderança são algumas delas. Além disso, tem que saber planejar ações, controlar, dirigir e ordenar tarefas, visando maior produtividade e lucratividade.

Por fim, a história prova que em momentos de crises financeiras e políticas as empresas com um bom sistema de gestão conseguiram superar as dificuldades. Mais do que eficiente e capaz, este profissional é acostumado às mudanças e sabe o que é necessário para adaptar-se a elas.


Parabéns Administradores, profissionais de múltiplas competências.

Adm. Roberto Carvalho Cardoso
Presidente do CFA (2006-2010)

Administradores.com.br





A Administração no dia-a-dia


A dona de casa Lourdes Silva é professora aposentada, o que não significa que ela não trabalhe: dentro da residência, coordena todas as atividades do lar: 'Eu cuido de tudo, da cozinha às despesas. No meu freezer, todas as carnes estão separadas, embaladas e etiquetadas; e as contas são sempre organizadas por data de vencimento', afirma. Exagero? Nada disso: dona Lourdes é uma administradora do lar, por isso faz questão de acompanhar, de perto, todos os processos da casa.

Empresários, donas de casa e prefeitos têm atuações bem distintas, mas as suas funções estão mais próximas do que aparentam: todos desempenham tarefas em função de um grupo, seja o setor público, a companhia ou até mesmo o núcleo familiar. Este é o trabalho do administrador: planejar, controlar, dirigir e ordenar tarefas, visando maior produtividade e lucratividade.

A função é bem antiga: surgiu antes de Cristo, quando a sociedade começava a se organizar. No período neolítico, os primeiros agricultores passaram a estocar alimentos, permitindo que a comunidade sempre tivesse o que comer, mesmo em tempos de dificuldade. Gerenciar este plantio permitiu que os nossos ancestrais se tornassem sedentários, dando os primeiros passos para a sociedade que conhecemos.

Lidar com dinheiro e equilibrar orçamentos de forma competente exige um bom gerenciamento. A função do administrador é tão importante que, há quatro décadas, foi reconhecida como profissão no Brasil. No meio acadêmico, é um curso que está presente em diversas faculdades e universidades do país, sempre com uma procura muito grande. Segundo dados do portal de ensino Universia Brasil, de 1991 até 2004 o número de alunos matriculados em cursos de administração triplicou, e hoje passa de meio milhão de matriculados em todo o País.

'O curso de administração, hoje, é o mais procurado do Brasil. Nenhum outro curso de graduação tem tantos alunos matriculados nas faculdades do país', afirma Ricardo Gluck Paul, diretor de marketing da FAP (Faculdade do Pará). Aqui, temos mais de 1.700 alunos cursando administração, e isto se deve ao grande leque de possibilidades que o curso oferece. ? possível, por exemplo, agregar pós graduação em várias áreas, gerando uma formação bastante completa. O administrador adquire conhecimentos para percorrer áreas diversas, o que facilita a gestão de empresas até a pequena dimensão do lar', comemora Ricardo.

Aline Tomazo é um destes 1.700 estudantes. Ela estudava na Unip (Universidade Paulista), e transferiu o curso de São Paulo para Belém, integrando a primeira turma da FAP. Para Aline, não houve diferença: a instituição paraense, avaliada pelo MEC com o conceito CMB (Condições Muito Boas) ofereceu um curso equivalente ao que ela cursava em São Paulo.

Aline já apresentou sua monografia e apenas aguarda a festa de formatura, que será dia 26, para entrar de vez no mercado, aproveitando as diversas oportunidades que o curso oferece: 'A área de administração é realmente muito ampla: eu posso atuar em órgãos públicos, privados, escolas e hospitais de qualquer porte', festeja a colanda que, apesar do grande leque, já fez sua escolha: 'O que me interessa mesmo é o comércio exterior. Mas também quero lecionar - por isso, vou agilizar meu mestrado'.

Fonte: O Liberal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia mais