Pesquisar

O Processo Seletivo para Estágiário/Trainee

Por Lucas Margotti



Atualmente os processos seletivos para jovens atuarem no mundo corporativo tem sido cada vez mais dinâmico e inovador. Com a diversidade de empresas e culturas organizacionais, cada empresa possui uma forma de recrutar seus futuros profissionais. Mas, de certa forma, todas atendem a um fluxograma comum de atividades, variando o nível de importância em cada etapa. Assim, como o intuito desse artigo é orientar os universitários a conquistarem seu espaço e saber o que fazer na hora de um processo seletivo, discutiremos aqui cada etapa de um processo seletivo convencional para estágio ou trainee. 

1º etapa: Avaliação curricular

No processo seletivo de grandes empresas no Brasil, a primeira etapa do processo é a avaliação do currículo acadêmico/profissional do candidato. Por isso, é muito importante que candidatos durante a graduação se qualifiquem dentro da instituição de ensino ou fora dela. A maioria das universidades hoje contam com diversos programas voluntários e projetos que agregam muito ao currículo acadêmico e profissional do aluno. Exemplo disso são as empresas juniores, os centros acadêmicos, projetos do terceiro setor, programas de trabalho voluntário, monitorias disciplinares e projetos de pesquisa junto ao professor. Tais atividades contam muito para qualquer processo seletivo, seja ele corporativo ou acadêmico. Portanto, desenvolva durante a graduação um currículo que chame a atenção das empresas. 

2º etapa: Provas e avaliações

Após a avaliação curricular, a empresa disponibilizará, normalmente por e-mail, um link para acessar uma prova virtual para testar os conhecimentos do candidato. Os tópicos variam de empresa para empresa, dependendo de sua área, mas costumam abordar raciocínio lógico, português e inglês. Normalmente são cronometradas e de múltipla-escolha. A dificuldade varia, mas normalmente a dificuldade está na gestão do tempo. Por isso, é importante ter um raciocínio rápido e conhecimento prévio do funcionamento desse tipo de avaliação.

3º etapa: Dinâmica de grupo

Como essa é uma das etapas mais "aterrorizantes", esse tópico terá muita informação a compartilhar. A dinâmica de grupo é desenvolvida para identificar características subjetivas de cada candidatos e, através delas, o recrutador ou avaliador consegue identificar conflitos entre pessoas, além de qualidades e outros atributos positivos. Através da dinâmica de grupo é possível comparar o comportamento dos candidatos quando submetidos em situações de stress e de conflitos, além de observar a interação do mesmo com os demais membros do grupo. 

Essa etapa é a chave para o ingresso na organização. Um candidato que consegue ir bem na dinâmica de grupo, provavelmente já está apto a fazer parte da empresa. Por isso, é importante que o candidato consiga se destacar entre os demais, sem que seu comportamento seja visto negativamente. Passar por cima de todos ou mostrar uma atitude de "falar demais" e "ouvir de menos" não é bem visto pelos avaliadores. Antes de tudo, o candidato deve saber compartilhar informações, sugestões e idéias, mas deve saber ainda mais ouvir os outros. Esse é o objetivo dessa etapa, entender a relação dos candidatos quando envolvidos em um grupo, porque, quando chegar na organização, atuará em grupo ou equipes de trabalho. Por isso, as características mais importante que o candidato deve ter e que os avaliadores tentarão observar serão:
  • Iniciativa
  • Determinação
  • Criatividade
  • Conhecimento
  • Habilidade de relacionamento

Assim, não há como prever ou se preparar para essa etapa. O importante é ser quem você é e não tentar fingir ser outro tipo de pessoa, agindo naturalmente e sem contrariar sua natureza. Procure conhecer os valores da empresa e o que ela costuma esperar de um candidato. Algumas delas possuem um manual de conduta e, ter conhecimento dessas normas é muito importante para o candidato, podendo ser um diferencial. Hoje existem diversos exemplos de dinâmicas de grupo na internet e seu funcionamento. É interessante que o candidato busque conhecer antes de participar de uma dinâmica de grupo.

4º etapa: Entrevista Individual

Após ser aprovado na dinâmica de grupo, o candidato será convocado para uma entrevista individual, provavelmente com o gestor ou com aquele que será seu chefe imediato. Nessa etapa, será observado todos os conhecimentos na área almejada. Serão discutidas todas as experiências anteriores do candidato, experiências adquiridas na universidade e as qualidade e atributos que o gestor espera do candidato. Nos processos seletivos das grandes empresas, a condução das atividades até a dinâmica de grupo costumam ser conduzidas por uma empresa terceirizada especializada em recrutamento. Nesse caso, a entrevista individual costuma ser a primeiro contato do candidato com alguém da empresa. Por isso, é importante que esse primeiro contato promova uma boa impressão do candidato para o entrevistador. 

De certa forma, é uma etapa menos "tensa" do que a dinâmica de grupo e tem por objetivo o contato com o candidato para ver se o mesmo se encaixa no que a área necessita. Assim, é importante que o candidato esteja tranquilo e compartilhe toda as seus conhecimentos, experiência e expectativas com o entrevistador. 

5º etapa: Exames e Resultado

Chegar nessa etapa é sem dúvida a mais feliz de todas. Ser convocado para fazer exames médicos e, pouco tempo depois, receber a aprovação da empresa é um grande sonho para muitos universitários. A partir dessa etapa, o candidato é um "funcionário" de uma empresa e terá de mostrar muito trabalho durante o período de estágio ou trainee. É o primeiro passo para o mercado de trabalho, mas não é o fim das preocupações. O meio corporativo exigirá muito mais que a dinâmica de grupo exigiu e será constantemente. Por isso, o candidato, agora profissional, tem que buscar de forma constante ser um profissional apto às necessidades da empresa e buscar sempre se aprimorar para buscar novos horizontes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia mais