Pesquisar

Criatividade e Inovação superando antigas necessidades em Gestão e Processos Decisórios

Por Lucas Margotti

No atual cenário e contexto econômico, as organizações necessitam cada vez mais de dinamismo e novas abordagens de gestão para atuar de forma competitiva. A partir dessa premissa, a criatividade se torna crescentemente um diferencial competitivo e essencial para o sucesso. Partindo desse pressuposto, o objetivo desse artigo foi descrever a importância da criatividade no processo decisório das organizações, possibilitando o entendimento de suas funcionalidades quando aplicadas na organização.

Recursos Humanos na Gestão do Negócio

Por Lucas Margotti

Extraído e adaptado do meu trabalho de conclusão de curso "Estrutura e relevância da área Recursos Humanos na gestão do negócio de uma multinacional de grande porte", defendido para obtenção do título de bacharel em Administração pela Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) em 2013. Esse trabalho é uma síntese da articulação sobre a importância da gestão de recursos humanos na condução do negócio, com o objetivo descrever e analisar as diretrizes da gestão de recursos humanos em uma organização de grande porte, especialmente no que diz respeito à estrutura e relevância dessa área na gestão do negócio e seu funcionamento para atingir objetivos organizacionais. Além disso, teve como objeto de estudo uma organização de grande porte, cuja identidade foi preservada.


No contexto atual do mercado, a dinamicidade das transformações tem sido cada vez maior, causando impactos em diversas estruturas sociais. As organizações são uma das estruturas sociais mais afetadas pelas mudanças, exigindo das mesmas capacidade igual ou superior de transformação. Como as mudanças são influenciadas em grande parte pelas pessoas, torna-se necessário uma adequação das organizações para se estabelecerem às novas perspectivas. Sendo assim, a gestão de recursos humanos tem sido uma função fundamental e incentivada nas organizações. De fato, porém, não foi uma função que rapidamente se tornou importante ou se manteve estável nas prioridades das organizações. Mesmo existindo indícios de sua existência e funcionalidade no passado, foi uma iniciativa pouco difundida anteriormente e diversas revoluções sociais e organizacionais, além de outros acontecimentos marcantes, tiveram que ocorrer para proporcionar uma atenção maior ao fator humano e propor mudanças na forma de atuação e gestão dos mesmos.

Competência: palavra-chave no mercado de trabalho atual

Por Joelma Cristina Santos

De acordo com as inúmeras definições presentes nos dicionários, a palavra “competência” pode ser entendida como o sinônimo de “capacidade” ou “aptidão”. No entanto, quem atua na área de Gestão de Pessoas, sabe que o seu significado vai além e pode ser desmembrado em alguns conceitos expressos pela seguinte fórmula: Competência = Conhecimento + Habilidade + Atitude. Alguns autores ainda incluem, nesta somatória, mais dois conceitos: Valores e Efetividade, formando a palavra “chave”, com as letras iniciais de cada um destes conceitos. Neste sentido, uma pessoa competente possui as informações necessárias (conhecimento) sobre certas atividades, sabe como aplicar esta teoria na prática (habilidade), é motivada e pró-ativa (atitude) na realização de tais atividades e age de acordo com princípios éticos (valores) a fim de resolver questões problemáticas, de forma eficiente (efetividade).



A seleção de talentos e a questão da (in)experiência

Por Joelma Cristina Santos*

Escolhi falar de um tema comum no cotidiano de todas as empresas e que por ser justamente isso, comum e rotineiro, acaba, por diversas vezes, sendo banalizado por muitas: a seleção de possíveis e futuros colaboradores. Ainda que não tenha sido um processo seletivo elaborado, composto por inúmeras e, às vezes, desgastantes, etapas e métodos de avaliação, a grande maioria dos trabalhadores já passou por uma seleção, mesmo que tenha sido apenas uma entrevista, feita por um gerente com mais tempo de casa ou pelo próprio dono da empresa, no caso de pequenos empreendimentos. Mas aonde quero chegar com isso?


Leia mais